Escola Koru

Guia: o que é liderança, tipos e como formar bons líderes em 2024

Liderança é o MVP (Most Valuable Player) no mundo dos negócios, sabia? É mais do que só uma palavrinha, é a chave que pode abrir as portas do sucesso ou do fracasso de uma empresa. E acredite, isso não é exagero!

Contudo, segundo a Sputnik,  95% dos líderes sentem insegurança na tomada de decisão, mais da metade deseja tratar melhor questões humanas, tanto capacitação quanto relacionamento. São pontos bem alarmantes para a gestão de pessoas.

Conscientes disso, saber mais o conceito, tipos, avaliação é fundamental para guiar e formar bons profissionais. Fique aqui com a gente, você vai gostar!

O que é liderança?

Liderança é a capacidade de influenciar e motivar outras pessoas a alcançar um objetivo comum. É uma habilidade essencial para qualquer pessoa que deseja ter sucesso na vida pessoal e profissional.

Os líderes eficazes são capazes de inspirar confiança, construir relacionamentos fortes e criar um ambiente de trabalho positivo. Eles também são capazes de tomar decisões difíceis, resolver conflitos e lidar com mudanças.

Existem muitos diferentes estilos de liderança, e o melhor estilo para uma determinada situação depende de uma variedade de fatores, incluindo a cultura da empresa, a natureza do trabalho e as características do líder e dos liderados.

O que é uma boa liderança?

Uma boa liderança é aquela que é capaz de inspirar, motivar e guiar outras pessoas a alcançar um objetivo comum. Os líderes eficazes são capazes de criar um ambiente de trabalho positivo e produtivo, onde todos se sintam valorizados e respeitados.

As características de uma boa liderança incluem:

  • Visão: Os líderes eficazes têm uma visão clara do futuro e sabem como motivar os outros a trabalharem para alcançá-la;
  • Comunicação: São bons comunicadores e são capazes de transmitir sua visão de forma clara e convincente;
  • Influência: São capazes de influenciar os outros a seguir seu exemplo;
  • Resolução de problemas: Os líderes eficazes são capazes de identificar e resolver problemas de forma eficaz;
  • Adaptabilidade: Se adaptam às mudanças e às novas situações.

Além dessas características, as competências de líderes de alta performance também são:

  • Honestos e confiáveis: São dignos de confiança e inspiram confiança nos outros;
  • Justos e imparciais: Tratam todos com justiça e imparcialidade;
  • Empáticos e compreensivos: São capazes de entender e se colocar no lugar dos outros;
  • Encorajadores e motivadores: Encorajar e motivar os outros a alcançar seu potencial.

O vídeo a seguir faz um apanhado de como se tornar um bom líder baseado em gestão de projetos:

Quais os tipos de liderança?

Existem muitos diferentes estilos de liderança, e o melhor estilo para uma determinada situação depende de uma variedade de fatores, incluindo a cultura da empresa, a natureza do trabalho e as características do líder e dos liderados.

No entanto, para deixar mais claro, trouxemos exemplos e alguns dos tipos de liderança mais comuns:

Liderança autocrática

Os líderes autocráticos são aqueles que tomam as decisões sozinhos e esperam que os outros sigam suas ordens. Eles são focados na eficiência e na produtividade, e podem ser eficazes em situações em que é necessário tomar decisões rápidas e decisivas. 

Exemplo: Chefe de cozinha em um restaurante de alta gastronomia. O chef precisa garantir que o jantar seja servido de acordo com os padrões da casa, e que os clientes estejam satisfeitos.

No vídeo a seguir, você aprende como fazer uma boa gestão de tempo e produtividade:

Liderança democrática

Os líderes democráticos consultam os outros antes de tomar decisões. Suas prioridades são colaboração e participação, e podem ser eficazes em situações em que é importante construir consenso e motivar os outros a se envolverem. 

Exemplo: Presidente de uma empresa. O presidente precisa tomar decisões que afetem toda a empresa, e é importante que ele obtenha o apoio de seus funcionários e investidores. 

Você sabia? Lideranças femininas que se destacam

Liderança laissez-faire

Os líderes laissez-faire são aqueles que permitem que os outros tomem suas próprias decisões. Autonomia e autogestão para eles são a chave, e podem ser eficazes em situações em que os funcionários são altamente qualificados e motivados.

Exemplo: Gerente de um projeto de pesquisa. O gerente pode fornecer orientação geral, mas os pesquisadores são responsáveis por desenvolver suas próprias ideias e conduzir seus próprios experimentos.

Leia também: RH 4.0: mais ágil e mais humano

Liderança transformacional 

Os líderes transformacionais são aqueles que inspiram e motivam os outros a alcançar grandes coisas. 

Desenvolvimento pessoal e profissional dos outros para eles é o principal, e podem ser eficazes em situações em que é necessário promover mudanças ou alcançar objetivos ambiciosos.

Exemplo: Martin Luther King Jr., líder do movimento dos direitos civis nos Estados Unidos. King inspirou e motivou as pessoas a lutar pelos direitos civis e acabar com a segregação racial.

Liderança e gestão de pessoas: como unir as duas?

A liderança e a gestão de pessoas são duas áreas complementares que se complementam para impulsionar o sucesso organizacional.

A liderança é essencial para a gestão de pessoas, pois é o que permite aos líderes motivar e inspirar os colaboradores a alcançar os objetivos da organização. 

Os líderes eficazes são capazes de criar um ambiente de trabalho positivo e produtivo, onde os funcionários se sintam valorizados e respeitados.

A gestão de pessoas também é essencial para a liderança, pois fornece aos líderes as ferramentas e recursos necessários para serem eficazes. A gestão de pessoas pode ajudar os líderes a:

  • Atrair e selecionar os melhores talentos: A gestão de pessoas pode ajudar os líderes a identificar e selecionar os candidatos mais qualificados para as vagas da organização;
  • Desenvolver as habilidades e competências dos colaboradores: Contribui para que os líderes a desenvolvam as habilidades e competências dos colaboradores, para que eles possam ser mais produtivos e eficazes;
  • Reter os colaboradores talentosos: Criam um ambiente de trabalho positivo e motivador, para que os colaboradores talentosos queiram permanecer na organização.

Para facilitar a formação de bons líderes, criamos um treinamento personalizado de liderança!

Sofisticada e pensada para uma gestão consciente, a formação abrange todas os níveis de liderança:

Primeira Liderança:

  • Concilie interesses de negócio e desejos das pessoas
  • Lidere de maneira diversa e humana
  • Adapte-se ao novo
  • Entenda de pessoas e negócios

Desenvolvimento de Alta Liderança:

  • Construa uma cultura humana, digital e de resultados
  • Forme um pipeline de líderes
  • Construa o futuro do negócio e a transformação
  • Liderança como diferencial competitivo

Comece agora mesmo e fortaleça sua liderança!🚀

Motivação e liderança estão relacionados?

A liderança e a motivação estão intimamente relacionadas. Os líderes eficazes são capazes de motivar e inspirar os outros a alcançar um objetivo comum. Eles criam um ambiente de trabalho positivo e produtivo, onde os funcionários se sentem valorizados e respeitados.

A motivação é o que impulsiona as pessoas a agir. Ela pode ser interna ou externa. 

A motivação interna é aquela que vem de dentro da pessoa, como o desejo de alcançar um objetivo pessoal ou profissional. A motivação externa é aquela que vem de fora da pessoa, como recompensas ou punições.

Os líderes eficazes são capazes de aliar os dois tipos de motivação. Eles criam um ambiente de trabalho onde os funcionários se sentem motivados internamente a alcançar os objetivos da organização. 

Eles também oferecem recompensas e reconhecimento para incentivar os funcionários a continuar trabalhando duro.

Aqui estão algumas maneiras pelas quais os líderes podem motivar os outros:

  • Definir uma visão clara e inspiradora: Os líderes devem ter uma visão clara do futuro e saber como motivar os outros a trabalharem para alcançá-la;
  • Comunicar a visão de forma clara e convincente: Precisam ser bons comunicadores e devem ser capazes de transmitir sua visão de forma clara e convincente;
  • Estabelecer metas e objetivos claros: É preciso colocar metas e objetivos claros para os funcionários, para que eles saibam o que precisam alcançar.
  • Fornecer feedback regular: Fornecer feedback regular aos funcionários é essencial para que eles possam saber como estão se saindo e como podem melhorar;
  • Criar um ambiente de trabalho positivo e produtivo: Criar um ambiente positivo para que os funcionários se sintam valorizados e respeitados.

Forme uma liderança de ponta com a Korú

Mais do que nunca o mercado de trabalho necessita de líderes para tomada de decisões e estratégias focadas no resultado.

A Korú sabe disso, e por essa razão disponibilizou um treinamento personalizado para transformar a gestão da sua empresa.

Inove agora sua liderança: junte-se à Korú!

Faça o assessment para saber como está a formação de lideranças na sua empresa

Post Relacionados

O que é desenvolvimento de software

Desenvolvimento de software pode parecer um mistério indecifrável para alguns, mas a verdade é que não precisa ser um bicho de sete cabeças.  Na verdade,

Leia Mais

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!