Escola Koru

RH 4.0: mais ágil e mais humano

Você já ouviu falar de RH 4.0?

Se por acaso pensou em robôs e tecnologia, tá quente!

Bem coisa do filme robôs🦾

Quando se fala de RH 4.0, o assunto parte da premissa: como, quando e quais tecnologias podemos aplicar dentro da área de Recursos Humanos para garantir processos mais ágeis e inteligentes, menos burocráticos e morosos

O movimento tem o grande objetivo de automatizar processos com a utilização de tecnologias e softwares para que o RH possa ter um papel mais estratégico e menos operacional dentro do negócio, diferentemente do que aconteceu nos últimos anos no mercado de RH.

Apesar de toda a tecnologia disponível e o que ainda virá, tenho certeza de que o papel do RH é cada vez mais humano. O H de humano precisa sempre pautar todas as decisões e as pessoas precisam ser o centro do negócio. 

E para que isso aconteça, a área que é responsável pelas pessoas precisa ter um papel estratégico no negócio. 

Fique conosco para entender o conceito, vantagens, tecnologias, desafios e tudo mais sobre RH 4.0.

O que é RH 4.0?

O RH 4.0 é o conjunto de aplicações de tecnologias e softwares no setor de Recursos Humanos para melhorar seus processos, tornando-os mais estratégicos e otimizados. 

A Forbes já anunciou a transformação na forma como as empresas gerenciam suas pessoas, desde o recrutamento e seleção até a gestão do desempenho e do bem-estar dos colaboradores.

Algumas das principais características do RH 4.0 são:

  • Aplicação de tecnologias avançadas: o RH 4.0 utiliza tecnologias como inteligência artificial, machine learning, big data e analytics para automatizar tarefas, melhorar a tomada de decisão e identificar insights sobre os colaboradores;
  • Alinhamento com a estratégia do negócio: a intenção é estar cada vez mais alinhado com a estratégia do negócio, contribuindo para o alcance dos objetivos da empresa;
  • Foco no colaborador: com foco no colaborador, é possível proporcionar uma experiência de trabalho mais positiva e produtiva.

Liderança também é a capacidade mais fundamental para qualquer organização e no RH do futuro. É ela que determina o sucesso ou o fracasso de um negócio. Por isso, é importante investir no desenvolvimento de líderes eficazes.

A Korú oferece uma formação de liderança personalizada para cada fase de liderança. Para líderes em início de carreira, a formação Primeira Liderança oferece os fundamentos da liderança, como desenvolvimento de pessoas, gestão de projetos e estratégia.

Para líderes mais experientes, a formação Desenvolvimento de Alta Liderança aborda temas mais avançados, como construção de cultura, transformação digital e liderança estratégica.

A formação da Korú é baseada em uma abordagem prática e humana. Os participantes aprendem com especialistas do mercado e têm a oportunidade de aplicar o que aprenderam em desafios reais da empresa.

Após a formação, seus líderes estarão aptos para:

  • Construir uma cultura que transforme o negócio;
  • Equilibrar as necessidades do negócio e as demandas das pessoas;
  • Planejar e executar a estratégia do negócio;
  • Construir um pipeline de líderes;
  • Aumentar a retenção de pessoas;
  • Transformar o negócio para o novo e para as tecnologias emergentes.

Entre em contato com a Korú para saber mais sobre a Formação de Liderança e como ela pode ajudar sua empresa a construir um futuro mais próspero.

Vantagens do RH 4.0

Claro que todas essas mudanças iam gerar coisas boas, né?

Exemplos:

  • Redução de custos: a automatização de tarefas pode reduzir os custos operacionais do RH, como o tempo gasto em atividades repetitivas;
  • Melhoria da produtividade: as tecnologias do RH 4.0 podem ajudar a melhorar a produtividade dos colaboradores, fornecendo ferramentas e recursos que os ajudam a trabalhar de forma mais eficiente;
  • Tomada de decisão mais assertiva: os insights gerados pelas tecnologias do RH 4.0 podem ajudar a empresa a tomar decisões mais assertivas, com base em dados e informações confiáveis;
  • Melhor experiência de trabalho: as tecnologias do RH 4.0 podem ajudar a proporcionar uma experiência de trabalho mais positiva e produtiva para os colaboradores, oferecendo ferramentas e recursos que os ajudam a se desenvolver e crescer profissionalmente.

Para os colaboradores, as principais vantagens são:

  • Maior autonomia e flexibilidade: as tecnologias do RH 4.0 podem oferecer aos colaboradores maior autonomia e flexibilidade, permitindo que eles trabalhem de onde quiserem e quando quiserem;
  • Maior oportunidades de desenvolvimento: os colaboradores têm mais oportunidades de desenvolvimento, fornecendo ferramentas e recursos que os ajudam a aprender e crescer profissionalmente;
  • Maior engajamento e satisfação: tudo contribui para aumentar o engajamento e a satisfação dos colaboradores, criando uma cultura de trabalho mais positiva e inclusiva.

Você sabia? Soft skills consideradas essenciais para profissionais de RH

Quais as tecnologias do RH 4.0 para impulsionar o setor?

Muito se fala das respostas automáticas para a notificação de processos de recrutamento — exemplo da Gupy e outras plataformas.

A verdade é que estas soluções digitais estão transformando a forma como as empresas gerenciam suas pessoas. 

Essas tecnologias estão impulsionando o setor de RH, oferecendo novas oportunidades para melhorar a eficiência, a produtividade e a satisfação dos colaboradores.

Algumas das principais tecnologias do RH 4.0 incluem:

  1. Inteligência artificial (IA): a IA pode ser utilizada para automatizar tarefas, como triagem de currículos, agendamento de entrevistas e análise de dados;
  2. Machine learning (ML): o ML pode ser utilizado para identificar padrões e tendências nos dados, fornecendo insights valiosos para a tomada de decisão;
  3. Big data e analytics: o big data e o analytics podem ser utilizados para coletar e analisar dados de forma abrangente, fornecendo uma visão holística dos colaboradores e da empresa;
  4. Automação de marketing: o recrutamento digital utiliza tecnologias como mídias sociais, chatbots e inteligência artificial para atrair e selecionar candidatos;
  5. Software de recrutamento baseado em nuvem: os softwares de gestão do desempenho permitem que os colaboradores avaliem seu próprio desempenho e recebam feedback de seus gestores;
  6. Gestão do bem-estar: as plataformas de bem-estar oferecem recursos para que os colaboradores cuidem de sua saúde física e mental. Exemplo: oferecimento de plano de academia ou serviço terapêutico nos benefícios, acompanhamento da performance e desenvolvimento do funcionário.

Quer melhorar a performance da sua equipe?

Invista na formação de Dados e AI da Korú!

Nela você aprende a usar os dados da forma correta e construir uma estratégia de sucesso!

Quais os principais desafios do RH 4.0?

Os principais desafios do RH 4.0 são:

Adoção de tecnologias

A adoção de tecnologias é um desafio para muitas empresas, especialmente aquelas que não estão preparadas para a transformação digital. 

Isso pode ser devido a fatores como falta de recursos financeiros, falta de expertise ou resistência à mudança.

Para superar esse desafio, as empresas precisam desenvolver um plano de ação para a adoção de tecnologias do RH 4.0. 

Esse plano deve considerar os seguintes fatores:

  • Os objetivos da empresa: Quais são os objetivos da empresa ao adotar tecnologias?
  • As necessidades dos colaboradores: Quais são as necessidades dos colaboradores em relação às ferramentas?
  • Os recursos disponíveis: Quais são os recursos financeiros, de expertise e de tempo disponíveis para a adoção de tecnologias do RH 4.0?

Confira no vídeo abaixo no nosso Papo de Gente quais são as percepções sobre o futuro do RH:

Capacitação dos profissionais

Os profissionais de RH precisam se adaptar às novas tecnologias e aos novos processos do RH 4.0. 

A fim de garantir a retenção de talentos, não dá para fugir do treinamento e desenvolvimento, tanto para os profissionais de RH quanto para os gestores.

O treinamento e desenvolvimento dos profissionais de RH deve cobrir os seguintes tópicos:

  • Compreensão de inteligência artificial, machine learning e big data;
  • Implementação das tecnologias em recrutamento, gestão do desempenho e bem-estar;
  • Avaliação do impacto das tecnologias no trabalho e nas organizações;
  • Envolvimento no processo estratégico para compreender os objetivos da empresa;
  • Elaboração de um plano alinhado à estratégia do negócio.

Ao saber disso, quem poderá nos socorrer? Quem vai treinar sua equipe para o sucesso?

A Korú oferece treinamentos corporativos de ponta com os melhores profissionais do mercado.

Invista na tecnologia 4.0 e se destaque no seu segmento!

Cultura organizacional

O RH 4.0 requer uma cultura organizacional que seja compatível com os valores e princípios dessa nova abordagem. 

Para isso, é necessário uma mudança de mentalidade e de comportamentos, tanto por parte dos profissionais de RH quanto por parte dos colaboradores.

Para criar uma cultura organizacional compatível com o RH 4.0, as empresas precisam:

  • Promover uma cultura de inovação: é necessário trazer uma estrutura favorável à inovação e ao uso de novas tecnologias;
  • Promover uma cultura de colaboração: a cultura organizacional deve ser baseada na colaboração e no trabalho em equipe;
  • Promover uma cultura de aprendizagem e desenvolvimento: aprenda a valorizar a aprendizagem e o desenvolvimento contínuos.

Criar uma cultura organizacional saudável exige uma abertura ao diferente, e principalmente valorizar as pessoas dentro da sua organização.

Aprenda mais sobre Diversidade e Inclusão no RH a seguir: 

Qual a grande diferença do RH 4.0 para o RH que conhecemos na maioria das empresas?

Não existe apenas uma grande diferença entre essas duas realidades, na verdade, podemos citar alguns pontos para diferenciar um RH 4.0, que é mais ágil e focado nas pessoas, atuando de forma estratégica em todos os processos do negócio.

A primeira grande diferença é o modelo mental. 

A importância de ter um olhar para a automatização dos processos e para a diminuição da burocracia, isso é fundamental. 

As pessoas que trabalham no RH precisam gastar seu valioso tempo em cuidar das pessoas e colocá-las no centro das decisões. 

Esse pensamento é algo que se constrói e que todos os dias nos faz questionar aquilo que fazemos rotineiramente. 

Outro fator importante a ser mencionado é que a área de RH precisa trazer tecnologias para sustentar seus processos. 

Quer um exemplo? É muito melhor você ter uma pessoa analista de atração de talentos que vai fazer eventos que encantam seu público-alvo e um software para fazer os contratos de admissão do que não fazer os eventos e gerar experiências de encantamento, mas ter um analista que cuida da parte contratual. 

As tecnologias emergentes estão cada vez mais acessíveis e devemos usá-las em nosso favor.

Já falamos sobre a necessidade do RH ser cada vez mais humano e isso é indiscutível. Porém, sabemos que processos humanizados são, na maioria das vezes, subjetivos. 

Tirar as decisões dessa subjetividade e trazer dados e fatos para discussão é importantíssimo para que você consiga ser mais justo e humano em seus processos.

Melhoria de comunicação é uma das falhas mais latentes quando falamos de gestão de equipes. 

Ter processos claros, com uma comunicação integrada entre as equipes é fundamental para uma boa implementação do RH 4.0. E já existe muita tecnologia para suportar esse processo.

As pessoas precisam ser mais produtivas e felizes!

Com a automatização dos processos e o foco nas pessoas, o resultado esperado é que elas estejam, de fato, mais felizes, com mais saúde (mental e física), num ambiente de trabalho saudável, aprendendo com seu dia a dia e querendo construir suas carreiras dentro da empresa em que trabalham.

Como aplicar o RH 4.0?

Não tem receita de bolo, mas imagino que alguns passos sejam fundamentais para o início dessa mudança que não vai acontecer do dia para a noite.

Inicialmente, a sugestão é treinar o RH e a liderança da empresa. Falamos da importância de um modelo mental focado em solução de problemas, inovação e evolução do negócio. 

Se as pessoas que tocam o negócio ou o RH não pensarem assim, será mais difícil essa mudança. 

A criação dessa cultura é fundamental para garantir que o time se sinta inspirado pela liderança a propor melhorias aos processos.

Um fator fundamental é fazer um trabalho de gestão e analisar todos os seus processos, entender onde estão os gargalos e redesenhar tudo aquilo que é burocrático ou que toma tempo demais das pessoas. 

Nem sempre será possível mudar todos os processos de uma vez, mas começar a fazer o exercício e saber priorizar o que é mais urgente e importante é essencial para que a mudança aconteça.

Traga tecnologias que suportem os seus processos. 

Exemplo: Uma lista de presença que é passada a 500 colaboradores num treinamento presencial pode ser feita digitalmente e divulgada para o time através de um QR CODE, que as pessoas podem escanear e assinar durante o treinamento. O custo de muitas ferramentas é baixo ou até mesmo zero.

Por fim, fortaleça sua cultura e a autonomia das pessoas. Se precisamos ser mais humanos e colocar as pessoas no centro das decisões, temos que saber que elas são diversas e não devem ser tratadas com processos únicos. 

Precisamos cada vez mais individualizar as pessoas e garantir que elas se sintam parte do nosso negócio, pertençam!

A Korú te ajuda com as tecnologias do RH 4.0 

Mudanças exigem movimento, semelhante à uma dança. 

Para pegar os passos deste novo mercado, invista na formação corporativa da Korú!

Aprenda tudo sobre Dados e AI, Diversidade e Inclusão, Arquitetura e Desenvolvimento, Cyber Security, Inside Sales e Liderança — tudo personalizado para você e seu negócio.

Comece conosco e confira os resultados.

 

Post Relacionados

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!