Escola Koru

O que é Prototipação ou Prototipagem?

Você já ouviu falar em prototipação? Ainda não? Não se preocupe! Neste texto, vamos falar da criação de produtos digitais e descobrir o que é prototipação e como ela pode ser uma ferramenta poderosa para desenvolver interfaces incríveis. Prepare-se!

O que é prototipação?

Basicamente, prototipação é o processo de criação de um protótipo, a representação inicial do produto que você deseja desenvolver. Pense nele como um esboço, um rascunho da sua ideia, que permite testar e validar conceitos antes de investir tempo e recursos no desenvolvimento completo.

No contexto de produtos digitais, a prototipação é especialmente valiosa. Imagine que você está criando um aplicativo móvel para pedir pizza. Antes de contratar uma equipe de desenvolvimento e mergulhar no código, você pode criar um protótipo interativo para entender como será a experiência do usuário ao fazer um pedido, navegar pelo cardápio e realizar o pagamento.

Com o protótipo em mãos, você pode coletar feedback, fazer ajustes e garantir que o produto final seja uma deliciosa experiência para o usuário. Se a experiência ao usar o aplicativo é boa, a chance da pizza ser boa também aumenta.

Tipos de protótipos

Podemos criar diferentes tipos de protótipos, dependendo das necessidades do projeto. Vamos conhecer alguns deles:

Protótipos de Papel

São protótipos básicos, rascunhos feitos em papel, que mostram a estrutura e a disposição dos elementos na interface. São ótimos para planejar a arquitetura da informação e a hierarquia da composição.

Imagine que você está desenvolvendo um aplicativo de música. Com um protótipo de papel, você pode definir quais serão os principais elementos em tela, rascunhando a posição de botões, textos e imagens.

Wireframes

São protótipos intermediários, esboços em escalas de cinza, que consolidam a estrutura e a disposição dos elementos na interface. São ótimos para validar as informações distribuídas no protótipo de papel, ajustar suas dimensões e testar a usabilidade.

Retome o rascunho do aplicativo de música. Com um wireframe, você pode definir a posição e dimensão dos botões de reprodução, a lista de músicas e as opções de pesquisa. É como um mapa que guiará o desenvolvimento do produto.

[Leia mais sobre o tema em: https://escolakoru.com.br/blog/prototipacao-de-media-fidelidade-o-que-e-e-como-fazer/]

Mockups

São protótipos mais avançados, com elementos visuais mais próximos do design final. Aqui, você pode adicionar cores, imagens e tipografia para dar uma ideia mais concreta de como será a aparência do produto.

Voltando ao exemplo do aplicativo de música, no mockup, você poderia adicionar o logotipo da marca, escolher as cores que representam o estilo musical e definir a aparência dos botões e das telas. Assim, é possível obter um feedback mais preciso e tomar decisões de design embasadas. 

Protótipos interativos

São aqueles que permitem a interação do usuário. Nessa fase, é possível simular como o produto funcionará, permitindo que os usuários cliquem em botões, naveguem entre telas e vivenciem a experiência como se estivessem usando o produto real.

Com um protótipo interativo do aplicativo de música, você poderia testar a usabilidade, verificar se os botões estão bem posicionados e avaliar se o fluxo de navegação é intuitivo. Essa etapa é fundamental para garantir que o produto seja fácil de usar e atenda às expectativas dos usuários.

Benefícios da prototipação

Agora que você conhece os tipos de protótipos, vamos falar sobre os benefícios da prototipação. Veja só:

  • Economia de tempo e recursos: ao criar um protótipo, você evita gastar tempo e recursos no desenvolvimento completo antes de validar suas ideias. Imagine se você criasse um aplicativo completo para pedir pizza e descobrisse, depois de todo o trabalho, que a experiência do usuário não é tão boa quanto você imaginava. Seria frustrante, não é mesmo? A pizza poderia acabar ficando ruim por conta de uma má experiência dos usuários.
  • Coleta de feedback: os protótipos permitem que você mostre sua ideia para outras pessoas e obtenha feedbacks valiosos. É muito mais fácil e barato fazer alterações em um protótipo do que refazer um produto finalizado. A prototipação possibilita aperfeiçoar seu projeto com base no retorno dos usuários, tornando-o cada vez melhor.
  • Comunicação eficiente: um protótipo é uma excelente ferramenta para comunicar suas ideias para as partes interessadas. Ao invés de tentar explicar seu conceito em palavras, você pode mostrar visualmente como o produto funcionará. Isso facilita a compreensão e alinha as expectativas de todos os envolvidos no projeto.

Dicas para a prototipação

Agora que você entende a importância da prototipação, vamos compartilhar algumas dicas para tornar esse processo ainda mais divertido e eficiente:

  • Use ferramentas de prototipação: existem diversas ferramentas disponíveis para ajudar a criar protótipos de forma rápida e fácil. O Adobe XD, o Sketch, o Figma e o InVision são apenas algumas das opções populares. Explore essas ferramentas, descubra qual se adapta melhor ao seu fluxo de trabalho e comece a prototipar!
  • Envolva os usuários desde cedo: a prototipação é uma ótima oportunidade para envolver os usuários e coletar feedback valioso. Realize testes de usabilidade, observe como eles interagem com o protótipo e peça opiniões. Lembre-se de que você está criando um produto para os usuários, então suas opiniões e necessidades são fundamentais. 
  • Experimente e divirta-se: a prototipação é um espaço para explorar diferentes ideias, soltar a criatividade e experimentar. Não tenha medo de errar! Os protótipos são feitos para serem aperfeiçoados, então permita-se testar diferentes abordagens, layouts e interações. Divirta-se durante o processo e descubra novas possibilidades.

A prototipação, afinal, é uma ferramenta poderosa para criar produtos digitais incríveis e eu falo muito mais sobre o tema em minha aula que já está disponível para você em: https://www.youtube.com/watch?v=gbLb0XD3S6kNessa aula, eu reforço que com a prototipação, você pode testar suas ideias, coletar feedback, economizar tempo e recursos, além de envolver os usuários desde as primeiras etapas do projeto. 

Lembre-se de explorar diferentes tipos de protótipos, usar as ferramentas adequadas e divirta-se durante o processo!

Post Relacionados

O que é desenvolvimento de software

Desenvolvimento de software pode parecer um mistério indecifrável para alguns, mas a verdade é que não precisa ser um bicho de sete cabeças.  Na verdade,

Leia Mais

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!