Escola Koru

Gestão de Dados na Prática: conceito, benefícios e como fazer na sua empresa

Você chegou neste artigo provavelmente para entender melhor o conceito de gestão de dados.

Bem, todas as ações que você promove para garantir a segurança dos dados, o gerenciamento da disponibilidade, usabilidade, integridade em sistemas corporativos tem relação com a gestão de dados. 

Para ver como é importante, o Gartner prevê que até 2025 a inteligência artificial e os modelos baseados em dados substituirão aproximadamente 60% dos modelos tradicionais existentes.

Fique comigo e entenderá mais sobre o conceito, a importância, benefícios e como fazer uma gestão de dados eficiente.

Bora nessa imersão!

O que é a gestão de dados?

Podemos dizer que a gestão de dados é o processo de coleta, armazenamento, processamento e análise de dados. É uma atividade essencial para qualquer empresa que deseja tomar decisões informadas e melhorar seu desempenho.

A gestão de dados envolve os seguintes passos:

  • Coleta de dados: O primeiro passo é coletar os dados necessários para atender aos objetivos da empresa. Os dados podem ser coletados de várias fontes, como sistemas de informação, sensores, formulários e entrevistas;
  • Armazenamento de dados: Os dados coletados precisam ser armazenados de forma segura e eficiente. O armazenamento de dados pode ser feito em uma variedade de formatos, como bancos de dados, arquivos e sistemas de armazenamento em nuvem;
  • Processamento de dados: Os dados armazenados precisam ser processados para que possam ser utilizados. O processamento de dados pode incluir tarefas como limpeza, agregação, análise e visualização;
  • Análise de dados: A análise de dados é o processo de extrair insights dos dados. Os insights podem ser usados para tomar decisões, melhorar a eficiência ou identificar oportunidades.

Leia também: Descubra como iniciar na carreira de dados AGORA

O que faz o profissional de gestão de dados?

O profissional de gestão de dados é o guardião da informação da empresa. Ele é responsável por garantir que os dados sejam coletados, armazenados, processados e analisados de forma precisa, segura e eficiente.

Aproveita como é a coleta de dados em tempo REAL:

As principais funções do profissional de gestão de dados são:

  • Definir os objetivos da gestão de dados: O que a empresa deseja alcançar com a gestão de dados? Quais dados são relevantes para esses objetivos?
  • Coletar e armazenar dados: O profissional de gestão de dados identifica quais dados são essenciais para a empresa e estabelece métodos eficazes para coletá-los. Ele também cuida do armazenamento seguro dessas informações, garantindo acesso quando necessário;
  • Garantir a qualidade e consistência dos dados: O profissional assegura que os dados coletados sejam precisos, consistentes e confiáveis. Isso envolve a implementação de padrões e procedimentos para evitar erros e inconsistências;
  • Gerenciar a segurança da informação: O profissional gerencia a segurança dos dados, implementando medidas para proteger informações sensíveis contra acessos não autorizados. Ele também garante a conformidade com regulamentações de privacidade;
  • Analisar dados: Utilizando ferramentas analíticas, o profissional extrai insights valiosos dos dados disponíveis. Essas análises orientam as estratégias da empresa, melhoram a tomada de decisões e identificam oportunidades de melhoria.
  • Integrar sistemas: O profissional trabalha na integração de diferentes sistemas e fontes de dados, garantindo que a informação flua eficientemente entre eles. Isso promove uma visão holística da empresa;
  • Desenvolver estratégias de gestão de dados: O profissional participa do desenvolvimento de estratégias de gestão de dados alinhadas aos objetivos organizacionais. Isso inclui a criação de políticas e práticas para maximizar o valor dos dados;
  • Comunicar e colaborar: O profissional colabora com diversas equipes, desde TI até departamentos de negócios, garantindo uma compreensão mútua das necessidades e garantindo que a gestão de dados esteja alinhada com os objetivos gerais da empresa.

Por que a gestão de dados é importante?

Ela é importante porque permite que as empresas tomem decisões mais informadas, aumentem a eficiência e identifiquem novas oportunidades.

Melhoria da tomada de decisão

A gestão de dados permite que as empresas tomem decisões mais informadas com base em dados reais. Isso pode levar a melhores resultados financeiros, maior satisfação do cliente e uma melhor compreensão do mercado.

Por exemplo, uma empresa de comércio eletrônico pode usar dados de vendas para identificar produtos populares e tendências de consumo. Esses insights podem ser usados para melhorar o marketing e a seleção de produtos.

Confira no vídeo a seguir como tomar decisões baseada em dados:

Aumento da eficiência

A gestão de dados pode ajudar as empresas a identificar oportunidades de melhoria e aumentar a eficiência. Isso pode levar a custos reduzidos, tempos de resposta mais rápidos e uma melhor experiência do cliente.

Por exemplo, um banco pode usar dados de transações para identificar fraudes e prevenir perdas financeiras. Esses insights podem ajudar a proteger os clientes e o patrimônio do banco.

Você sabia? Diferenças entre Engenharia de Dados & Desenvolvimento de Software

Identificação de oportunidades

A análise de dados pode ajudar as empresas a identificar novas oportunidades de negócios. Isso pode levar ao desenvolvimento de novos produtos e serviços, à expansão para novos mercados e à melhoria da experiência do cliente.

Por exemplo, um hospital pode usar dados de pacientes para identificar fatores de risco para doenças. Esses insights podem ajudar o hospital a desenvolver programas de prevenção e educação para ajudar os pacientes a permanecerem saudáveis.

Tem tudo a ver! O que a Engenharia de Dados tem a ver com Sustentabilidade?

Melhoria da conformidade

A gestão de dados pode ajudar as empresas a cumprir com regulamentações e leis. Isso pode proteger a empresa de multas e penalidades e melhorar a reputação da empresa.

Por exemplo, uma empresa de serviços financeiros pode usar dados de clientes para cumprir com as leis de privacidade. Esses insights podem ajudar a empresa a proteger os dados dos clientes e evitar violações de segurança.

Qual a diferença entre gestão de dados e governança de dados?

A gestão de dados e a governança de dados são dois conceitos relacionados, mas distintos. 

Gestão de dados é o processo de coleta, armazenamento, processamento e análise de dados. 

A governança de dados é o conjunto de políticas, processos e práticas que orientam a gestão de dados em uma organização.

Um executa, o outro regula, entendeu?

A seguir, é apresentada uma tabela que resume as principais diferenças entre gestão de dados e governança de dados:

Característica

Gestão de dados Governança de dados
Escopo Atividades operacionais Políticas, processos e práticas
Foco Implementação Direcionamento e orientação
Aplicação Atividades cotidianas Estratégia organizacional
Resultados Dados confiáveis e úteis Dados confiáveis, úteis e seguros

Quais os benefícios de uma gestão de dados eficiente?

Os benefícios de uma gestão de dados afiada são realmente incríveis e têm um impacto super positivo em todos os cantos da empresa. Dá só uma olhada nos principais ganhos:

  • Decisões mais certeiras: Com uma gestão de dados que manda bem, as empresas conseguem tomar decisões mais na mosca, baseadas em dados reais. Isso significa resultados financeiros melhores, clientes mais felizes e uma visão mais afiada do mercado;
  • Mais eficiência no pedaço: A gestão de dados eficiente ajuda as empresas a enxergar onde dá para melhorar e turbinar a eficiência. Resultado? Custos lá embaixo, tempo de resposta mais rápido e uma experiência do cliente que é só alegria;
  • Oportunidades de olhos bem abertos: Analisar os dados de forma eficiente é tipo ter um radar para novas oportunidades de negócios. Isso pode resultar em produtos e serviços novinhos em folha, expansão para novos mercados e uma experiência do cliente cada vez melhor;
  • Conformidade sem stress: Uma gestão de dados na ponta dos dedos ajuda as empresas a seguir regulamentações e leis de boa. Isso não só evita multas e problemas, mas também deixa a reputação da empresa brilhando lá no alto.

Como a gestão de dados está atrelada à governança de dados, é importante ficar atento:

Se por um lado a governança de dados garante confiabilidade, por outro lado, a imprecisão pode afetar todo o processo, colocar em risco a privacidade dos dados e levar ao descumprimento da legislação sobre a proteção de dados, tornando a empresa passível de sanções.

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais – LGPD (13.709/2018) é a lei brasileira que regula atividades de tratamento de dados pessoais, combinada com o Marco Civil da Internet.

Diante do grande tráfego de informações, a governança de dados surgiu, então, com o objetivo de ajudar as empresas a organizar e usar os dados de forma inteligente.  

“A governança de dados caracteriza-se pela complexidade e resultados significativos quando efetivamente operacionalizada. 

Não apenas por tratar do controle de acesso a essas informações, mas também por envolver um conjunto de atividades mais amplo que requer conhecimento, liderança, ferramentas adequadas e envolvimento de toda a cadeia de usuários.” (Portal Indústria 4.0) 

Como fazer a gestão de dados na sua empresa

Estudar dados pode parecer complicado, mas não é.

Confira no vídeo a seguir como perceber os dados e analisá-los de forma assertiva:

Para fazer a gestão de dados na sua empresa, você precisa seguir os seguintes passos:

  1. Defina os objetivos da sua gestão de dados. O que você deseja alcançar com a gestão de dados? Você deseja melhorar a tomada de decisão? Aumentar a eficiência? Identificar novas oportunidades?
  2. Identifique os dados que você precisa coletar. Quais dados são relevantes para os seus objetivos de gestão de dados? Exemplo: Experiência do usuário. Em quanto % deseja melhorar?
  3. Colete os dados de forma precisa e consistente. Certifique-se de que os dados sejam coletados de forma precisa e consistente para que sejam confiáveis e úteis. Aqui entra de novo na governança para definir diretrizes e padrões de qualidade.
  4. Armazene os dados de forma segura e acessível. Os dados precisam ser armazenados de forma segura para protegê-los de acesso não autorizado ou perda. Eles também precisam ser acessíveis para que possam ser usados quando necessário.
  5. Analise os dados para identificar insights. Eles precisam ser analisados para identificar insights que possam ser usados para melhorar a empresa.
  6. Compartilhe os dados com as pessoas que precisam deles. Compartilhe com as pessoas que precisam deles para que possam ser usados para tomar decisões, melhorar a eficiência ou identificar novas oportunidades.

Em um cenário cada vez mais orientado por dados, não pode ficar para trás, certo?

Como saber quais são os indicadores de desempenho?

E como defender a privacidade dos usuários?

Por isso invista em você e na sua formação com o curso de Engenharia de Dados da Korú

Essa uma jornada foi projetada para capacitá-lo na manipulação de grandes volumes de informação e na aplicação eficaz de inteligência artificial. 

Guiados por especialistas do mercado, você desenvolverá projetos práticos, adquirindo as habilidades essenciais para liderar a transformação digital.

Dentro do curso, mergulhe em módulos estratégicos, desde a Gestão de Projetos e Segurança da Informação até o Ecossistema Big Data e Cloud Computing. Ao concluir, abra portas para uma carreira em Engenharia de Dados, Arquitetura de Dados ou Análise de Dados.

Seja parte de uma comunidade focada no seu sucesso, onde o aprendizado vai além da sala de aula. E, considerando a média salarial de R$ 12.000 para engenheiros de dados, esse investimento na sua carreira pode trazer retornos significativos. 

Descubra mais no depoimento do Vitor e dê o próximo passo rumo ao seu potencial máximo!

Turbine seus resultados com a gestão de dados!

Até 2030, todas as pessoas do mundo serão impactadas pelo uso de dados e da inteligência artificial. Seja parte dessa transformação aprendendo, já, a lidar com grandes volumes de informação e, assim, gerar valor e transformação para sua organização.

A Korú pode ajudar você e a sua empresa a implantar um programa de Gestão de Dados. 

Entre em contato conosco ou fale com um de nossos especialistas para saber como!

Post Relacionados

O que é desenvolvimento de software

Desenvolvimento de software pode parecer um mistério indecifrável para alguns, mas a verdade é que não precisa ser um bicho de sete cabeças.  Na verdade,

Leia Mais

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!