Escola Koru

TI paga bem? Qual área e como ingressar na profissão

Sabemos que o salário é um item importante para quem está iniciando, se recolocando ou já estabilizado profissionalmente. As pessoas estão dando muito valor aos benefícios agregados. A atratividade salarial na área de TI está diretamente ligada ao fato de ser uma área extremamente promissora, de alta tendência. 

O Brasil não supre a necessidade do mercado

A Brasscom, que é a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação, em seu relatório TIC-2019, ressalta que “sobram vagas e falta mão de obra”. E já em 2019 estimou que até 2024, a procura por profissionais de TI será de 420 mil pessoas, das quais, 400 serão apenas no estado de São Paulo (entre 2019 e 2124). (G1)

É preciso levar em conta que, atualmente, o Brasil forma apenas 46 mil por ano, ou seja, tem sido bastante difícil cobrir a demanda – faltam profissionais de TI, diante de uma demanda real de 70 mil profissionais por ano.

“O levantamento [da Brasscom] também aponta quais serão as áreas exigidas para aquelas 420 mil novas oportunidades em tecnologia. Uma em cada quatro, ou 107,1 mil delas, serão demandadas em atividades relacionadas à internet das coisas. Outras 45,3 mil, ou 11% da demanda projetada, são para a área de segurança. Enquanto 40,7 mil postos serão exigidos por atividades de Big Data e Analytics. O segmento de computação em nuvem, com 24,8 mil vagas novas em cinco anos, representará 6% da demanda total.” (Brasscom)

Qual o salário médio de TI?

Dando uma pesquisada Google afora, é possível encontrar salários de todo porte para as mesmas funções.

O Portal Glassdoor publicou recentemente que o salário médio nacional de TI é de R$2.575, no Brasil, com intervalo médio entre 2 mil e 10 mil. 

“A cada ano que passa as carreiras de Tecnologia da Informação sobem no ranking das mais bem pagas do país. Atualmente é possível encontrar profissionais de TI com salários acima de R$ 50 mil nesta área, dependendo de seu nível de qualificação e porte da empresa.” (Portal Guia da Carreira)

O Guia Salarial 2023 da Robert Half, por exemplo, aponta 6 cargos com salários a partir de 10K:

Desenvolvedor Mobile (10 mil) | É responsável por desenvolver aplicativos e outros programas para dispositivos móveis, como celulares e tablets; deve se preocupar com as necessidades do usuário, por isso, precisa ficar atento à experiência de quem utiliza um aplicativo ou plataforma e realizar os ajustes necessários, quando for o caso.

Em outro site de pesquisa salarial, este profissional aparece com uma média salarial entre 2 mil e 5 mil. 

Analista de BI (10 mil) | É responsável por transformar dados em informações acessíveis e relevantes para a empresa. Todo esse trabalho é fundamental para definição de estratégias da instituição e tomada de decisões.

Em outro site de pesquisa salarial, este profissional aparece com uma média salarial entre 3 mil e 12 mil. 

Desenvolvedor Front-End (10 mil) | É responsável por garantir a melhor experiência do usuário em um site; realiza todas as atividades da página em que as pessoas vão interagir diretamente. É uma tarefa que exige muita responsabilidade, porque um site bem arquitetado, com uma boa interface e sem erros faz com que o usuário permaneça por mais tempo e explore todas as ferramentas, aumentando as chances de negócios.

Arquiteto de Software (16 mil) | É responsável por criar padrões de programação e orientar o trabalho dos desenvolvedores e programadores – um profissional importante no desenvolvimento de um projeto de tecnologia. Por isso, para trabalhar nessa área o profissional precisa ter um vasto conhecimento e experiência no desenvolvimento de softwares. Além disso, precisa ter um pensamento estratégico para garantir um projeto que seja bom para os usuários e que atenda as expectativas dos clientes.

Em outro site de pesquisa salarial, temos o Engenheiro de Software com uma média salarial entre 8 mil e 18 mil. 

Gerente de Projetos (16 mil) | O gerente de projetos é o profissional responsável por liderar equipes e garantir o bom desenvolvimento do seu time. É ele quem deve montar um cronograma de atividades dos desenvolvedores e priorizar as ações do time.

Em outro site de pesquisa salarial, este profissional aparece com uma média salarial entre 4 mil e 23 mil. 

Gerente de Dados (25 mil) | Esse profissional é responsável por garantir que o banco de dados de uma empresa seja seguro, além de transformá-los em informações úteis a uma instituição. Uma das diferenças entre o gerente de dados e o analista é a necessidade de liderar equipes e atuar mais próximo com com a diretoria e outros profissionais que trabalham com a tomada de decisões.

Temos também, pelo Portal Concursos no Brasil, sob a menção de que “com salários de até quase R$ 30 mil, os profissionais de TI podem encontrar boas oportunidades em um dos mercados que mais cresce no mundo, são eles:

Engenheiro de Software (8 mil a 18 mil) | Responsável por criar programas de computadores, aplicativos para celulares ou desktop e sistemas digitais em geral. As oportunidades existem em empresas de tecnologia, fábricas, setores financeiros e vários outros. 

Especialista em UX (5 mil a 8 mil) | UX é a sigla para User Experience, que nada mais é que a experiência do usuário em algum aplicativo ou website. Este é o profissional responsável por garantir a usabilidade de sistemas através da otimização de funções e até mesmo do design. 

Business Intelligence (3 mil a 12 mil) | BI, sigla para essa profissão, é o responsável por utilizar dados para desenvolver estudos, análises e soluções para otimizar os negócios de diversas áreas e setores. 

Data Science (8 mil a 20 mil) | O Cientista de Dados trabalha para entender os objetivos de negócios e alcançá-los através do registro e análise de dados. Para isso, desenvolve a sistematização de análise, criando algoritmos que sozinhos extraem informações úteis. 

Especialista em Segurança da Informação (15 mil a 20 mil) | Responsável por criar meios digitais e sistemas capazes de garantir a segurança das informações no ambiente online, garantindo que os dados dos usuários não sejam utilizados para finalidades indevidas.

Gestor de Projetos (4 mil a 23 mil) | Responsável por organizar e planejar o desenvolvimento de um software ou sistema, esse profissional gerencia a execução do início ao fim, inclusive prevenindo os riscos. 

Desenvolvedor Mobile (2 mil a 5 mil) | O profissional deste cargo trabalha totalmente focado em desenvolver aplicativos e sistemas para as versões mobile Android e IOS, considerando a interface de cada um. 

Chief Technology Officer (8 mil a 22 mil) | Esse é um cargo de chefia em que o profissional será responsável pelo gerenciamento de toda a equipe de TI de uma empresa, sendo um cargo de alta responsabilidade. 

Especialista em Cloud Computing (3 mil a 14 mil) | Esse profissional é especializado no desenvolvimento de nuvens, isto é, sistemas de armazenamento de dados e arquivos online. 

Desenvolvedor de E-commerce (em torno de 5 mil) | Da mesma forma que o especialista em mobile, este profissional é o responsável por criar softwares e sistemas de lojas virtuais, especificamente. 

Suporte Técnico (1,6 mil a 2,1 mil) | Cargo de manutenção em que o profissional garantirá o funcionamento e a manutenção de sistemas que já estão funcionando, corrigindo possíveis erros. 

Além dessas informações, a Catho fez um estudo salarial, cujo resultado é o seguinte:

TI Geral: Diretor: R$ 16.666 / Gerente: R$ 9.519 / Coordenador: R$ 5.811 / Consultor: R$ 5.825 / Analista de Negócios: R$ 5.082 / Analista: R$ 2.540 / Técnico em TI: R$ 1.729.

Redes de Computadores: Coordenador: R$ 2.569 / Analista: R$ 2.964.

Telecomunicações: Gerente: R$ 9.100 / Engenheiro: R$ 6.557 / Especialista: R$ 5.949 / Analista: R$ 2.797.

Infraestrutura: Gerente: R$ 10.265 / Coordenador: R$ 5.865 / Analista: R$ 3.198.

Banco de Dados: Administrador de dados: R$ 4.185 / DBA Oracle: R$ 5.921 / DBA SQL: R$ 3.7226.

Programação: Analista programador: R$ 3.896 / Programador trainee: R$ 1.511 / Assistente de Programação: R$ 1.709.

Segurança da Informação: Gerente: R$ 8.821 / Coordenador: R$ 7.591 / Consultor: R$ 4.721 / Analista: R$ 4.060 / Assistente: R$ 1.519.

Como ingressar?

“É difícil imaginar a vida útil de uma empresa sem um profissional de TI hoje em dia, pois ele é justamente quem possui os conhecimentos necessários para o funcionamento e manutenção de várias operações tecnológicas, das mais simples às mais complexas.” (Guia da Carreira)

Os salários são bem atraentes mesmo. Então, se você está pensando em se tornar um profissional da área de TI, a hora é agora, por ser uma área concorrida, embora carente de profissionais. E exatamente por isso, não se deixe fora da oportunidade de ganhar bem e fazer o que gosta.  

Para ingressar você precisa fazer um curso na área, se especializar, obter o seu certificado reconhecido pelo MEC e valorizado pelas empresas que estão em busca de profissionais qualificados. 

E não deve estudar por estudar e para apenas entrar no mercado de TI, porque paga bem, é preciso entrar e principalmente se manter nele, portanto, o aprendizado é contínuo. 

O ecossistema da tecnologia é muito dinâmico, inovador, muda para trazer cada vez mais novidades e benefícios aos usuários. É o futuro. É o presente. 

Se interessou? Então conheça os cursos de Engenharia de Dados e Desenvolvimento de Software da Korú

Entre em contato com nossa equipe para saber mais.

As turmas de fevereiro estão abertas e as aulas começam no dia 2, garanta a sua vaga.

Post Relacionados

O que é desenvolvimento de software

Desenvolvimento de software pode parecer um mistério indecifrável para alguns, mas a verdade é que não precisa ser um bicho de sete cabeças.  Na verdade,

Leia Mais

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!

Estamos quase lá!